PROJETO HORTA E VIVEIRO ESCOLAR

PRÊMIO TOCANTINS SUSTENTAVEL –EDIÇÃO 2011


PROJETO HORTA E VIVEIRO ESCOLAR



   RESUMO

     Projeto apresentado sobre orientação do professor de Matemática Hibrahim Soares Lima , juntamente com discentes e demais professores  do Colégio Estadual Presidente Castelo Branco em Dois Irmãos do Tocantins especificamente no ensino fundamental 2 fase do 7º ao 9º Ano e Ensino Médio. Com inicio em agosto de 2011 com tempo de duração indeterminado com aplicação dos conteúdos de matemática no projeto horta e viveiro escolar desenvolvendo a teoria e pratica no cotidiano do aluno como calculo de área, volume, perímetro, escala, frações, equações, teorema de Pitágoras, tratamento de informação com tabelas e gráficos de setores e barra, razão e proporção, media, mediana e moda, função do primeiro grau, espaçamento, transformação de unidades de medidas.



INTRODUÇAO

A falta de políticas publica para o meio ambiente na exploração dos recursos naturais tem acarretado prejuízos irreparáveis ao meio ambiente, alterando os ecossistemas e danificando a cadeia alimentar ao destacar- se o desmatamento e assoreamento dos rios e córregos próximo a Dois irmãos. Dois Irmãos é uma cidade  do estado do Tocantins  baseado na atividade agropecuária , com cultivos de subsistência anuais, desmatamento para criação intensiva de gados, que colabora  com sérios problemas ambientais, comprometendo os recursos naturais e a qualidade de vida da população inclusive com a falta de água .
O presente projeto propõe desenvolver práticas educacionais que unam forças entre a escola comunidade por meio de atividades cotidianas da horta e viveiro escolar com ações que objetiva a sensibilização dos alunos sobre a problemática ambiental regional, bem como, a importância social, econômica e ecológica das espécies florestais nativas no processo de recomposição de áreas degradadas.
O projeto horta e viveiro escolar visa contribuir para diminuição dos danos causados pelo homem ao meio ambiente nas ultimas  décadas  de forma coletiva em parceria com a comunidade local com finalidade de disponibilizar aos chacareiros e produtores rurais mudas de espécies florestais na preservação, conservação e recuperação do meio ambiente e conscientização dos mesmo  , com reflorestamentos as margens de rios e córregos.  A horta é primordial para o desenvolvimento do aluno, especificamente na disciplina de matemática como forma pratica de conhecer os conceito aplicados em sala de aula nas ações realizada com o discente no qual tem contato direto no preparo dos canteiros e a prática diária do cuidado com a horta por meio de estudos em grupo, relatórios, construção planta baixa da horta, manuseio de régua, trena e transferidores. Alem do calculo de área, volume, frações, tratamento de informação com gráficos e tabelas, perímetro, escala de medidas metros para cm. Porcentagem, teorema de Pitágoras, regra de três, figuras geométricas, ângulos, media, mediana, moda.

OBJETIVO

Fortalecer o desenvolvimento das ações pedagógicas e melhoria de aprendizagem dos educando nas áreas de ciências da natureza, no sentido de compreendê-lo, proporcionando a formação integral, com elevação da escolaridade e incentivo dos mesmos a desenvolver uma visão socioeducativa na vida educacional por meio da horta e viveiro escolar e sobre tudo  prover  a produção de mudas de espécies nativas ao sensibilizar estudante e  comunidade sobre o valor ambiental, social e econômico das florestas nativas, bem como, integrar a comunidade na conservação, preservação e recuperação do meio ambiente, com permanecia de espécies o qual está vinculado a permanência  de Espécies Vegetais e Preservação Ambiental.

RESULTADOS A SEREM  ALCANÇADOS

Aprimoramento do interesse e participação dos alunos de forma coletiva relacionado ao cotidiano a pratica e teoria com implementação de valores importantes como criatividade,  talento individual,  equipe, espírito de liderança e o companheirismo .  O projeto visa expor ações que contribuí para o desenvolvimento educacional dos discentes com participação ativa  na busca de melhoria para a pratica de ensino  e  integração de toda uma unidade escolar, contagiando servidores da educação, comunidades e principalmente os alunos com temática alinhada ao desenvolvimento comunitário, sendo esta, democrática de âmbito educacional e cultural. Além do envolvimento direto da comunidade, o projeto estimula a sociedade a e ao mesmo tempo desperta a participação de outras atividades exercida na escola, diretamente ligada a atividades socioeducativa com maior integração do corpo docente, melhora no nível de socialização do aluno, desenvolvimento das habilidades especificas do aluno relacionando teoria e pratica com revitalização da horta e viveiro escolar com plantio de mudas nas nascentes e margens de córregos entorno da cidade no trabalho de conscientização da necessidade de conservação e preservação dos recursos naturais.
            Os alunos envolvidos desenvolva habilidade, presteza na elaboração de pesquisa  como; o  solo, o clima e o tipo de arvores a serem plantadas, relatórios da horta com uso da matemática ( gráficos, tabelas, escala, régua, calculo de área , volume, perímetros, tipos de hortaliças, perímetro, espaçamento entre canteiros e estaca. Media de plantio por canteiros. Calculo da diagonal dos canteiros usando teorema de Pitágoras. E a importância do solo na reprodução de alimentos e conservação da natureza para geração atual e futura.

            METODOLOGIA

               O projeto realiza-se a na unidade de ensino Presidente Castelo Branco num espaço de 110 (cento e dez) metros quadrados  com inclusão de 7 canteiros  com padrões de 1,20 m  de largura por 4.0 metro de comprimento e uma area de para viveiro de 5,65 m e largura por 6 metros de comprimento.
       A manutenção do viveiro e horta escolar é realizada semanalmente pelas atividades a seguir caracterizadas: coleta de sementes em árvores-matrizes previamente identificadas e catalogadas de acordo com as características do fuste e copa, beneficiamento das sementes e avaliação da viabilidade de Sementes, semeadura, transplante e tratos culturais.
       Ações a serem desenvolvidas no viveiro escolar com ações a partir de novembro de 2011.
TABELA 1 – Caracterização das ações desenvolvidas e público atingido. Período de 2011-2012 no viveiro escolar da unidade de ensino Presidente Castelo Branco no município de  Dois Irmãos do Tocantins.
1.    Atividades de manutenção do viveiro, paisagismo e arborização da escola .
2.     Palestras sobre coleta, manejo e armazenamento de sementes florestais;
3.  Plantio de 2.000 mudas nativas, em áreas de preservação permanente e faixas ciliares de cursos d água, envolvendo cerca de 300 pessoas;
4- Promoção de dia de campo; Participação de alunos do ensino fundamental e médio , com palestra sobre a importância para a conservação dos mananciais hídricos e plantio de 1,000 mudas nas margens do córrego que abastece o a cidade de Dois Irmãos.
5. Suporte de mudas ( viveiro) 33 m² - madeira reciclada  isopor
Mangueira de irrigação   30 metros
Sacos plásticos 2.000 (mudas)
Cerca de proteção do viveiro. Tela, muro espaço já pronto utilizando na área da horta escolar.

TABELA 2-  Caracterização das ações desenvolvidas na horta escolar  no período de 2011 aplicados 
na 2 fase do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano.. Período de 2011-2012 no viveiro escolar da unidade
de ensino Presidente Castelo Branco no município de  Dois Irmãos do Tocantins.
Relatório da horta com calculo matemático, usando régua, trena, calculadora, Teorema de Pitágoras, perímetro, área e volume
Medidas da horta : área total da horta, perímetro da horta, diagonal, transformação de unidades
Adubação da  horta: Quantidade de adubo por canteiro (calculo do volume de cada canteiro)
Colheita das hortaliças : Tratamento de informação – tabelas e gráficos.
Palestra sobre a importância da Horta escolar – Importância da horta na alimentação escolar
Manutenção da horta escolar: Regar canteiros, adubação, combate as pragas, plantio e limpeza
Uso da matemática teoria e pratica
Pesquisa realizada em prol da melhoria da horta escolar
Plantio : Plantio de mudas e plantio direto  no canteiro
Ferramentas: Colher, enxada, regador e mangueira

CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO
Tabela 3 -  mudas a serem plantadas no viveiro escolar no período de 2011 a 2012 para recuperação de áreas degradadas.
Espécies florestais  nativas
. Período 2011- 2012.
Aroeira-mansa
2011
2012
2013
2014
Ingá
2011
2012
2013
2014
Ipê-amarelo
------
2012
2013
2014
Jaboticaba
------
2012
2013
2014

ESPÉCIE  FAMÌLIA

Aroeira-mansa (Schinus terebinthifolius) Anacardiaceae
Ingá (Inga uruguensis) Fabaceae
Ipê-amarelo (Tabebuia alba) Bignoniaceae
Ipê-roxo (Tabebuia avellanedae) Bignoniaceae
Jaboticaba (Myrcia trunciflora) Myrtaceae

Tabela 4  -  Ações realizadas na horta escolar  no período de 2011 aplicados na 2 fase do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano.

Ações
Janeiro
março
Abril junho
Agosto outubro
Novembro Dezembro
Revitalização da horta escolar

x


Relatório da horta com calculo matemático


x

Medidas da horta


x

Adubação da  horta


x

Colheita das hortaliças

x
x
x
Palestra sobre a importância da Horta escolar


x

Manutenção da horta escolar

x
x
x
Uso da matemática teoria e pratica

x
x
x
Pesquisa realizada em prol da melhoria da horta escolar


x

Limpeza da horta

x
x
x

Tabela 5 – Ações realizadas no viveiro   no período de 2011 aplicados na 2 fase do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano e Ensino Médio.

Ações  2011
Janeiro
março
Abril junho
Agosto outubro
Novembro Dezembro
Construção do viveiro escolar


x
x
Plantio de Mudas e sementes nativas



x
Manutenção do viveiro


x
x
Palestra sobre a importância da conservação e recuperação das áreas degradadas.



x
Pesquisa realizada na conservação e preservação meio Ambiente
x

x

Concurso Meio Ambiente e Sociedade



x

Tabela 6 - Ações realizadas no viveiro   no período de 2012-2014 aplicados na 2 fase do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano e Ensino Médio.
Ações  2012-2014
Janeiro
março
Abril junho
Agosto outubro
Novembro Dezembro
Plantio de Mudas e sementes nativas
x

x
x
Manutenção do viveiro
x
x
x
x
Palestra sobre a importância da conservação e recuperação das áreas degradadas.

x

x
Pesquisa realizada na conservação e preservação meio Ambiente


x

Concurso Meio Ambiente e Sociedade



x
Promoção de dia de campo; participação de alunos do ensino fundamental e médio

x

x
Plantio de 2.000 mudas nativas, em áreas de preservação permanente e faixas ciliares de cursos d água
x

x
x
Criação blog inclusão do projeto

x
x


REFERÊNCIA BIBLIOGRAFICA.
EMBRAPA – CARTILHA HORTA - CULTIVO DE HORTALIÇAS, Autores Nozomu Makishima, Luis Antonio Silveira Melo, Vanessa Fernandes Coutinho e Leonídia Leite Rosa, Jaguariúna, São Paulo, 2010
Luziano S. Carvalho  Programa de Reflorestamento das Áreas de Preservação Permanente – Programa de Nascentes . Goiânia 2006.
ANEXOS  


                                                                    

Colégio Estadual Presidente Castelo Branco
Projeto Horta e Viveiro Escolar
Autorização
Eu_______________________ autorizo meu filho(a)_______________________________
estudante do colégio estadual Presidente Castelo Branco cursando ___ ANO do Ensino Fundamental a 
participar do Projeto Horta e Viveiro  Escolar com inserção na disciplina Matemática. Uma aula dinâmica 
aplicada na própria unidade escolar. No qual o aluno convive no dia a dia com construção de maquete, 
figuras geométrica, estatísticas, gráficos, perímetro, tabelas, área, volume, ângulos, equações porcentagem, 
razão e proporção. Durante o ano letivo de 2011. Com inicio do projeto no 2º bimestre a partir do mês do
dia 05 de maio de 2011.
OBS: Inclui a seguir sua duvida ou sugestão para que possamos juntos ser mediadores da construção do conhecimento
do seu filho.
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Atenciosamente,
Prof Hibrahim e Fábio
Coord:Gustavo Monsueth
Fotos    Viveiro Escolar
viveiro
 horta

 viveiro e horta

 horta
 horta
 viveiro
 viveiro
 horta